Como Ficar na Montada

Como Ficar na Montada por Cima – Dicas e Detalhes Fundamentais

Fonte – http://jiujitsuonline.blogspot.com/2011/02/como-ficar-na-montada-por-cima-dicas-e.html Indico esse Blog http://jiujitsuonline.blogspot.com/ um dos melhores que já vi sobre Jiu Jitsu.

A posição da Montada é um dos objetivos de um lutador de jiu-jitsu. Porém a mesma, apesar de muito vantajosa é uma posição muito instável. Assim, caso não se saiba mantê-la é facilmente revertida pelo oponente.
Nesta postagem revisaremos aspectos básicos para manter seu adversário sob a montada, abordando questões de postura e posicionamento e contra-ataques a saídas básicas.

Postura e Posicionamento
O primeiro aspecto a se ficar atento é sobre sua postura e posicionamento. É importante saber que por melhor que seja sua postura, a Montada é uma posição dinâmica e instável, assim você sempre terá que se adaptar a movimentação de quem está por baixo. Por mais correta que seja sua postura inicial é fundamental se mover também e não deixar espaços.
Veja na Foto 01 uma Montada típica de um treino. No entanto, o lutador por cima cometeu vários erros ao assumi-la. Vamos por parte.
Foto 01 – Montada – Postura Incorreta
Onde sentar
A força no Jiu-Jitsu encontra-se basicamente no quadril. Assim devemos sempre preocupar em neutralizá-la. Veja na Foto 02 que o lutador sentou-se muito próximo do quadril do oponente, facilitando-o reverter a posição com uma barrigada.
Foto 02 – Montada Incorreta – Visão Lateral
O correto é sentar-se logo abaixo das costelas colocando seu parcialmente sobre a última costela e sobre o início do estômago (Foto 03). Deste modo evita-se ficar muito próximo do quadril (onde o adversário poderia dar uma barrigada) ou muito longe do quadril (o que facilita escapar via saída de quadril). Além de deixar o adversário mais travado, a posição torna a respiração mais difícil, levando a um maior cansaço de quem está por baixo.
Foto 03 – Montada Correta – Visão Lateral

Posição dos Joelhos

Se observar na Foto 01 ou na Foto 04 existe um espaço entre os joelhos e o tórax do lutador. Isso facilita a movimentação de quem está por baixo e sua saída.
Foto 04 – Montada – Errado: Espaço entre os joelhos e o tórax.
Os joelhos devem estar juntos do tórax a todo momento. Qualquer movimento de quem está por baixo, deve levá-lo a sempre buscar corrigir a distância e manter os joelhos o mais próximo possível (Foto 05). Observe na foto que outra vantagem conseguida com este detalhe e manter o braços do adversário travados e com os cotovelos levantados (o que facilita possíveis finalizações) .
Foto 05 – Montada – Correto: Sem espaço entre os joelhos e o tórax

Posicionamento dos Pés

É muito comum ver lutadores se apoiando nos dedos quando na montada (Foto 01 e 06). Este detalhe retira uma considerável quantidade do seu peso sobre o tórax do adversário e o transfere para seus pés.
Foto 06 – Posição Errada dos Pés – Apoio sobre os dedos
O correto é manter o peito do pé no chão, colocados no adversário e levemente girados para dentro. (Foto 07).
Foto 07 – Posição Correta dos Pés
Defendendo Ataques Comuns

Mesmo mantendo uma boa postura ataques bem realizados por quem está por baixo podem-lhe fazer perder a posição. Assim, além de saber manter um bom posicionamento é importante conhecer como conta-atacar as principais saídas.

Saída da Montada com Barrigada (Foto 08)

Foto 08 – Saída da Montada travando o cotovelo

A saída mais clássica da montada é travar o braço do adversário e dar uma barrigada (inclusive está saída já foi postada anteriormente pelo Jiu-Jitsu Online, instruído por Kira Gracie – clique aqui e relembre). Para defendê-la observe que ao atacar seu cotovelo com o braço cruzado o oponente é forçado a colocar seu cotovelo um pouco mais aberto e sobre seu joelho (Foto 09).

Foto 09 – Observe o Cotovelo do advesário sobre sua Coxa

Utilizaremos essa abertura para atacar seu braço. Inicialmente, seguraremos seu cotovelo com o braço que foi travado por ele (Foto 10).

Foto 10 – A mão do braço travado faz uma pegada no cotovelo

O cotovelo por estar um pouco levantado fica mais fraco e permite que avançamos como o nosso pé deste lado e colocamos ao lado do seu rosto, colocado no ombro (Figura 11).

Foto 11 – Pé junto da cabeça e ombro

Depois basta ir girando o corpo e sentando para finalizar no arm-lock (Figura 12).

Foto 12 – Finalizando no Arm-Lock

Saída da Montada com Movimento do Quadril

Uma defesa muito comum é o adversário fazer uma saída de quadril (Foto 13). Depois disso ele fica com várias opções para escapar, dado que não tem seu peso dificultando sua respiração e um de seus joelhos não está mais no chão tornando sua posição bem mais instável.
Foto 13 – Escapando da Montada com uma Saída de Quadril
Para não perde a posição o primeiro movimento é recolocar o joelho no chão bem atrás de sua cabeça, mantendo toda sua perna nas costas do adversário (Foto 14). Sua postura deve ser relaxada, mantendo seu peso sobre sua perna dobrada.
Foto 14 – Colocar o joelho o mais perto possível da cabeça do oponente
A perna do outro lado por sua vez se levanta e fica com o pé no chão bem colocado no osso do quadril (Foto 15). Um braço envolve o pescoço e outro domina um dos punhos, ou abraça a o braço do adversário que está por cima. Desta posição pode-se forçar o oponente a ficar de costas no chão novamente ou ir para várias finalizações.
Foto 15 – Pé no Quadril – Travando a Movimentação

Evitando ter o braço preso

Uma situação comum é sofrer uma barrigada e ser forçado a ficar com as duas mãos na frente (Foto 16).
Foto 16 – Colocando as Mãos no Chão após uma barrigada
Logo em seguida o lutador tentará pegar um de seus braços (Foto 17).
Foto 17 – Tentativa de dominar o braço
Para evitar um domínio do seu braço, gire-o para dentro como nas Fotos 18 e 19. Treine esse movimento diversas vezes para condicionar um ato reflexo.
Foto 18 – Soltando o braço através de um giro interno
Foto 19 – Parte Final do Giro

Indico esse blog http://jiujitsuonline.blogspot.com/ um dos melhores que já vi !

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s